sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Entrevista com o Consultor Exclusivo Cyrela Wanderley Pinho.

   Para maior entendimento do que está acontecendo na cidade de São Luís, fomos a um stand da Cyrela. Entrevistamos um de seus funcionários, aqui abaixo segue a entrevista.

Quais os critérios utilizados para escolher o local de futuras construções de condomínio?
                  Esta é a função do Engenheiro, ele tem que analisar toda a área e consultar a prefeitura, para que haja a liberação, a obra passa por um estudo para analise de impactos ambientais, se for necessário pagamento de indenização para dono da região em que se planeja construir, é feito um acordo com o proprietário e terra é liberada. Nada é feito sem uma fiscalização, por causa disso, está cada vez mais difícil construir algo.
Hoje vemos muitas propagandas de condomínios ecológicos, mas o que determina um condomínio ecológico?
                 Em São Luís ainda não temos esse perfil de condomínio ecológico, mas a Cyrela entrando nesse mercado, vai trabalhar corretamente, com um condomínio realmente “ecologicamente correto” realizando coletas seletivas. A administração do condomínio é feita pela Cyrela e isso faz com que seja melhor executado. Em São Paulo, por exemplo, já tem empreendimentos onde se tem água aquecida pela luz solar, tratamento de esgoto, isso ainda não existe em São Luís, e o máximo conseguido pela Cyrela, que é a coleta seletiva do lixo e a separação do óleo de cozinha.
Hoje vivemos em um mundo onde há um conflito entre o crescimento urbano e o equilíbrio ambiental. A Cyrela tem algum projeto que ”preserva” o meio ambiente?
                 Sim, a Cyrela trabalha junto com a prefeitura, aqui em São Luís temos como exemplo o Jardins 2, que é um bairro projetado onde temos bosques e a coleta seletiva. Em São Luís essa preservação viria a partir dos “condomínios ecológicos”, mas como a cidade ainda não realiza o projeto de uma maneira correta, podemos dizer que em São Paulo como já disse tem condomínios que são sustentáveis, que utilizam energia limpa. A Cyrela pretende trazer esse conceito para São Luís o mais breve possível.
Em uma construção sabemos que há vários lixos e entulhos da obra. Onde geralmente é colocado esse lixo?
                 A prefeitura da cidade determina o local para colocarmos o lixo e resíduos da obra. Toda construção tem um técnico ambiental que possui a função de verificar esses resíduos e ver o que pode ser aproveitado, pois esses resíduos geram custos e os custos interferem no valor da obra.
A Cyrela recentemente construiu o Farol da Ilha, localizado na Ponta D’Areia. Por ser muito próximo ao mar quais foram as medidas tomadas pela construtora?
                 Em questão da maré, a contenção dela é feita pelo governo do Maranhão por um projeto que foi doado pela VALE, “O Espigão”, ele faz com que a maré seja contida e não avance a área dos prédios.
São Luís ainda não adotou o real sentido de “Condomínios Ecológicos”. O que você acha que está faltando para a cidade realizar este avanço?
                   Acho que não está mais faltando trazer a idéia, a Cyrela já trouxe, quem sabe daqui a uns tempos, seja aplicada, devido as pessoas estarem aumentando a procura por esse tipo de empreendimento. Não podemos dizer que falta apoio do governo, pois tudo que fazemos só é realizado com a autorização, monitoramento e o alvará concedido por eles.


Nenhum comentário:

Postar um comentário